A prova

A PNA (Prova Nacional de Acesso) é a prova exigida a todos os médicos, portugueses ou estrangeiros, para acederem a uma vaga de médico especialista em formação. Apenas desta forma podem obter o título de Médico Especialista e exercer Medicina em qualquer das instituições do Sistema Nacional de Saúde.

A PNA ocorre anualmente, no mês de Novembro.

INSCRIÇÃO NA PROVA NACIONAL DE ACESSO

De acordo com as normas transitórias do Regime Jurídico do Internato Médico, publicado em 2018, a PNA tem uma realização única e obrigatória para todos os candidatos admitidos no concurso de ingresso ao Internato Médico.

Por norma, as candidaturas devem ser feitas até ao final do mês de Setembro e, para além do formulário de inscrição, devem incluir todos os documentos necessários e requeridos.

MODELO DA PROVA

A PNA é constituída por 150 itens de escolha múltipla, e tem o objetivo de obter uma avaliação objetiva e transversal dos candidatos a ingresso no Internato Médico.

Como resultado da PNA, os examinados que obtêm as pontuações mais altas podem depois escolher a especialidade e o hospital onde vão realizar a residência.

Como tal, as questões incluídas focam-se no raciocínio clínico e na aplicação dos conhecimentos clínicos adquiridos ao longo do percurso académico.

  • 150 itens de escolha múltipla, com seleção da resposta mais correta (formato Single Best Answer – SBA);
  • Duração: 240 minutos, divididos em duas partes de 120 minutos;
  • Matriz de conteúdos (a proporção atribuída a cada dimensão é indicativa, e não vinculativa):
    • Medicina — 50 %
    • Cirurgia — 15 %
    • Pediatria — 15 %
  • Ginecologia/Obstetrícia — 10 %
    • Psiquiatria — 10 %
  • De forma a categorizar as competências testadas, os conteúdos são divididos em: compreensão dos mecanismos da doença (MD), capacidade de estabelecer um diagnóstico (D), promover medidas de saúde e preventivas (P), elaborar um plano terapêutico (T) e plano de gestão do doente (GD);
  • A prova tem 3 versões;
  • A nota obtida no exame (90% da nota final), juntamente com a avaliação do expediente académico (10%), permite classificar por ordem decrescente de pontuação todos os apresentados.

VAGAS E ASPIRANTES À PNA

O número de candidatos que se apresentam tem oscilado proporcionalmente às vagas existentes e, atualmente, ronda os 2.500 –  3.000 alunos.

De forma geral, as especialidades mais requisitadas pelos primeiros números na PNA são Cardiologia, Dermatologia e Cirurgia Plástica. Por outro lado, Medicina Familiar e Comunitária, especialidades de laboratório ou Medicina Nuclear costumam estar disponíveis até as vagas esgotarem.